sexta-feira, 17 de novembro de 2017

HOMENAGEM...

Foi assinalado no passado dia 14 pela Liga dos Combatentes de Coimbra, o 99º aniversário do Armistício da 1ª Guerra Mundial e os 43 anos do fim da Guerra Colonial. Este ano, a cerimonia foi realizada junto ao Monumento aos Heróis do Ultramar na praça com o mesmo nome. Antes, houve Missa na Igreja da Graça situada na Rua da Sofia, por alma de todos aqueles que tombaram nas duas frentes.
Para esta cerimonia, foi convidado o Presidente da Delegação de Coimbra da Associação dos deficientes das Forças Armadas que se fez representar por dois membros da Direção. Fernando Santa e Cortesão, que depositaram a respetiva corôa de flores no Monumento.

Eis algumas fotos sobre o acontecimento:










                                                  Com um grande abraço: SANTA.

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

VAMOS OUTRA VEZ Á POESIA....

Voltamos novamente á nossa já conhecida  Maria Itens Nunes Pereira...

          OS BOIS

O bois, foram uma tradição antiga, na agricultura,
Trabalhavam a terra, para nela, se lançar a semente,
Com cuidado, embora vagarosamente,
Mas por vezes, sujeitos a alguma tortura.
,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,

Ás vezes acontecia, pelo seu dono,  serem insultados,
Mesmo quando já apresentavam, aspecto de cansados,
Os animais, sofriam em segredo,
Ao ouvir um berro do dono: Vamos ó  rego!...
,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,

Estes animais, eram exemplo, de quem se ajuda mutuamente,
No seu pescoço, era-lhe colocada uma canga, para os unir,
Que por vezes, acabava por até os ferir,
Para usar em comum, uma carroça bem atestada,
Por um carreiro, ou vereda, mal formada,
E ainda por vezes, picados pelo dono, com uma agulhada.
..................,......................,....................,.....................,..............
..................................................................................................

                  EMENTA DO DIA
                   Saúde e energia
                             ......
Pequeno-almoço à descrição,
Com um pequeno aquecimento do pão,
(Almoço) fruta e sopas, de preferência de hortaliça,
Abóbora, nabo, couve ou nabiça,
...............................................................
(Jantar) soa e fruta a substituir a batata frita,
No dia seguinte verás que estás mais bonita,
Também podes comer gelatina,
Isto é, se quiseres ficar mais fina,
Tem muito cuidado com a refeição,
Para ficar mais na linha e com menos riscos no coração,
................................................................................
(Doces) fracos, não exagerados,
Com aquela pasta de manteiga e açúcar barrados,
E Comé pequena quantidade,
Apenas para a matar a saudade,
................................................................................
Cumpre está penitência com esperança,
E, em pouco tempo, verás a recompensa, ao pisares a balança.
              ...................................
                                                               M. I.P. Lopes

                      .....................
        Com um abraço, SANTA.
         
              
   

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

AÇORES X...

Açores x, é nada mais que a penúltima parte das fotos sobre esta ilha. A ilha de S. Miguel. Já alguém me ligou a dizer que está a gostar das fotos publicadas. Fico satisfeito. Sendo assim aqui vai as penúltimas...

  As primeiras cinco fotos são do Miradouro de Santa Iria...












As próximas três fazem parte da Ribeira dos caldeirões...















Nada mais por hoje a não ser um grande abraço para todos.

SANTA


domingo, 5 de novembro de 2017

LEMBRANDO A SECA E AÇORES VIX

Até que enfim, a chuva dá um ar da sua graça. Chegará para repor as albufeiras? Chegará para regar as terras? Tenho dúvidas. Segundo os entendidos na matéria, tinha agora que estar a chover pelo menos dois meses para que tudo volte um pouco á normalidade. Em matéria de calamidades, 2017 é um ano para esquecer. Não só o martírio dos incêndios que chegou bem para nos afligir, como a seca para completar todo um desespero de todos nós. Só para ilustrar um pouco a seca, dou o exemplo de um poço que tenho no meu quintal. Tem 18 metros desde a boca até ao fundo e neste momento com metro e meio de água, contra os quatro metros que costuma ter. Desde que me conheço, sempre este poço chorou água com abundância a partir dos quatro metros pela sua parede abaixo, ao ponto de se ouvir ao longe. Hoje, é um silêncio total. Pode para alguns não ter qualquer importância o que estou a dizer mas vendo bem as coisas é o simbolo da seca!
Sendo assim, esperamos que a chuva nos regale o espírito, e que não se vá embora. Dizia eu: que a chuva não se vá embora! Pois é. Já foi. Vamos entrar no verão de S. Martinho. O que podemos fazer?

Voltando aos Açores, aqui vão as antepenultimas fotos:








Vejam bem os detalhes desta pintura...






                                        Aqui vamos nós á caça da baleia...
É tão rápido (passou, mergulhou) que para uma máquina reles só deu isto...




Prova de licores. É impressionante. Aqui, existem licores de toda a espécie...

Que todos  fiquem bem. Um abraço

SANTA




quarta-feira, 1 de novembro de 2017

AÇORES VIII

Pois é. Vamos continuar a ver fotos dos açores! Nunca é demais mostrar o que a de bom e maravilhoso no nosso país. Damos muitas vezes importância a coisas de outros países (que também têm coisas boas e maravilhosas) esquecendo o que também temos por cá!
Ora então, aqui vai...



Segundo me disseram, é parte de um vulcão adormecido á muitos e muitos anos...


A Madeira tem um véu da noiva, os Açores também...








                                              Mercado e loja do famoso ananás dos Açores...



Não podia faltar as famosas vaquinhas!!!

Espero que andem a gostar desta visita fotográfica pelos Açores...

(continua)

Mais um abraço para todos. SANTA.

sexta-feira, 27 de outubro de 2017

AÇORES VII

Continuando pelas lindas paisagens dos açores, vamos hoje continuar começando pela feitura dos ananases...




  Tudo começa assim...

A planta já na terra...






                                                     Uma fase do seu crescimento...

                            
Nesta altura já se começa a ver a flor...

A flor já em crescimento observando-se  já o fruto nascendo dela...

Aqui já se pode ver melhor o fruto...

                                         
E aqui, já se pode ver o ananas quase pronto para apanhar.


Aqui, uma das plantas floridas que fazem parte em algumas bermas da estrada...

(Continua)

Com um grande abraço e bom fim de semana. SANTA.